Início arrow Notícias arrow Regionais
Sábado, 19 Agosto 2017
Regionais
Incêndio perto de São Lourenço consome cerca de nove hectares
Terça, 09 Julho 2013

Um incêndio com duas frentes deflagrou hoje, pelas 15 horas, na zona de Barrocas, perto de São Lourenço de Mamporcão. Segundo as autoridades, tudo terá começado numa ceifeira que andava a trabalhar no local.

Para o local acorreram, em primeira instância, os Bombeiros de Estremoz, secundados pelos de Vila Viçosa, Borba e Alandroal. Numa das frentes de fogo, uma habitação chegou a estar em perigo mas o caso foi rapidamente resolvido com a pronta atuação dos bombeiros.

 
PJ capturou presumível homicida de José Maria Cortes
Terça, 02 Julho 2013

Em comunicado divulgado no seu site oficial, a Polícia Judiciária informa ter capturado o princiopal suspeito da morte do cabo dos Forcados Amadores de Montemor, José Maria Cortes:

"A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Setúbal, identificou e deteve um homem, de 19 anos de idade, sem ocupação definida, por fortes indícios da prática de crime de homicídio doloso.

Os factos delituosos verificaram-se no passado dia 23 de junho, em Alcácer do Sal, onde, numa feira que ali decorria, e na sequência de uma altercação entre várias pessoas, a vítima foi atingida com vários golpes de arma branca, os quais, atenta a sua gravidade, extensão e localização, vieram a provocar a sua morte.

A vítima, de 29 anos de idade era membro de um grupo de forcados, parte dos quais se encontravam no local.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

02 de julho de 2013"

 
ACIDENTE - Dois autocarros colidiram em Vila Viçosa
Sexta, 28 Junho 2013

Pelas 16h25, na N255 (cruzamento entre Vila Viçosa e Bencatel), colidiram dois autocarros, um da Rede Expressos e outro de Turismo.
Resultaram do acidente 26 feridos, 1 deles em estado considerado grave e que foi evacuado para o Hospital de Évora. Segundo informações que conseguimos apurar, não há crianças entre os feridos.
Participaram no socorro 48 operacionais, apoiados por 21 viaturas de várias corporações.

 
Núcleo Museológico da Alfaia Agrícola reabre em novas instalações
Terça, 25 Junho 2013
No passado dia 25 de junho as “Reservas Visitáveis” do Núcleo Museológico da Alfaia Agrícola abriram ao público num pavilhão junto aos antigos Silos da EPAC, em Estremoz.

Há cerca de nove anos que o Núcleo Museológico da Alfaia Agrícola, encerrou por motivos de segurança. Após um vasto programa de intervenção, com uma conservação curativa, restauro e limpeza profunda, o acervo vai abrir novamente, para que os Estremocenses e demais visitantes possam fruir de uma das mais interessantes e relevantes coleções do antigo mundo rural existentes no nosso País.

A dimensão do acervo do Núcleo Museológico da Alfaia Agrícola e a exiguidade do espaço atual, exigiram uma nova abordagem metodológica de apresentação das coleções existentes.

Na impossibilidade de recriar ambientes de trabalho agrícola, que seria a solução ideal, optou-se por concretizar a ideia de uma "Reserva Visitável".

Assim, o espaço foi ocupado pelas peças de uma forma sistemática, por tipologias organizadas em categorias e subcategorias, com as respetivas denominações. Este princípio de apresentação, além de uma melhor arrumação, permite essencialmente observar as diferenças entre peças da mesma categoria, subcategoria, denominação e função, ajudando igualmente a compreender a sua evolução técnica e histórica.

O acervo ainda não se encontra totalmente recuperado, havendo ainda muito trabalho a ser desenvolvido, mas este será efetuado ao longo dos próximos meses, dando-se, assim, continuidade ao estudo e catalogação das peças.

As visitas poderão realizar-se de terça a sábado, com entrada gratuita, das 09h00/12h30 e das 14h00/17h30.

A partir de setembro, com o início do novo ano escolar, será possível realizar visitas guiadas, com marcação prévia nos Serviços Educativos do Museu Municipal, através do número de telefone 268339219 ou email .  

 

 
Vinhos da Herdade das Servas trazem quatro medalhas de ouro para o Alentejo
Terça, 25 Junho 2013

No espaço de quinze dias, foram quatro as medalhas de ouro que os vinhos da Herdade das Servas | Serrano Mira - Sociedade Vinícola, S.A. (produtor de Estremoz) trouxeram para o Alentejo. Os néctares contemplados foram os recentemente lançados ‘Herdade das Servas Vinhas Velhas tinto 2009’ e ‘Herdade das Servas Colheita Seleccionada tinto 2010’.

Do Canadá veio uma medalha de ouro para o ‘Herdade das Servas Colheita Seleccionada tinto 2010’, atribuída na competição internacional ‘Sélections Mondiales de Vins 2013’ (20.ª edição). Este vinho foi também distinguido com ouro no ‘Concurso Vinhos de Portugal 2013’.
O ‘Herdade das Servas Vinhas Velhas tinto 2009’ não viajou para o concurso do Canadá – uma vez que é um vinho com uma produção bastante reduzida e que, por isso, não estará neste mercado – mas foi testado e atestado, a nível internacional, em França, donde veio com uma medalha de ouro, ou melhor, o troféu ‘Citadelles D’Or’, atribuído na 13.ª edição do concurso mundial ‘Les Citadelles du Vin’. No nosso país arrecadou a medalha de ouro no ‘Concurso Vinhos de Portugal 2013’ (antigo ‘Concurso Nacional de Vinhos’). 

São ambos vinhos de terroir que integram o patamar de “topos de gama” da Herdade das Servas, sendo o ‘Vinhas Velhas’ o ex-libris da empresa. Esta colheita, 2009, é apenas a segunda lançada no mercado (a primeira foi 2005), devido à procura da excelência exigida para a produção desta referência. O ‘Herdade das Servas Vinhas Velhas tinto 2009’ (Alicante Bouschet, Touriga Nacional e Aragonez) é um vinho de cor violeta escuro, aroma a frutos pretos bem maduros, sugerindo compotas integradas com algumas especiarias e envolvendo notas florais. No paladar apresenta um sabor intenso, complexo e aveludado, com taninos redondos e robustos que lhe garantem uma boa longevidade: evolução positiva durante 13 a 15 anos, se conservado em local fresco, escuro e a garrafa deitada. O ‘Herdade das Servas Colheita Seleccionada tinto 2010’ (Touriga Nacional, Alicante Bouschet, Syrah e Trincadeira) apresenta-se com uma cor rubi escura, aromas profundos com nuances de frutos muito maduros. Um néctar complexo, num conjunto bem estruturado de final agradável e persistente, que prevê uma evolução positiva durante cinco a sete anos, se conservado em local fresco e escuro e garrafa deitada.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Fim >>

Resultados 64 - 72 de 885